Angélica fala da angústia de ficar fora do ar pela primeira vez

Apresentadora está sem programa na Globo, mas já tem discutido um novo projeto
A apresentadora Angélica está afastada da telinha desde o fim do programa 'Estrelas', mas deve retornar à grade da Globo em abril de 2019. Em entrevista ao Notícias da TV, do 'Uol', a loira falou sobre ficar fora do ar pela primeira vez.
"Quando foi decidido que o Estrelas iria acabar, e a gente não tinha perspectiva de outro programa, é claro que bateu uma angústia. Acaba rolando uma abstinência. Nos dois primeiros meses ficou um vácuo. Você fala: 'Ué? Como vai ser agora?'", relembrou. 
ADVERTISING
Angélica, no entanto, avaliou que o momento foi necessário, já que estava com a atração há 12 anos: "quando a gente faz tudo no automático, não é bacana. E eu estava fazendo muito no automático. O Estrelas foi muito legal, tive meus filhos nesse período, o programa casou superbem com a construção da minha família, com a maternidade. Mas era muito automático. Eu estava na zona de conforto, como dá pra perceber".
No seu retorno, a apresentadora promete trazer algo diferente para a TV. "É uma coisa que em 40 anos de profissão eu nunca tinha feito. E eu percebi tudo isso depois que eu parei. Nesses cinco meses, eu me voltei mais pra mim, pras minhas coisas, e comecei a perceber como é bom ter um tempo pra gente. Agora nós realmente começamos a chegar em um formato, que vai ser apresentado pela Globo na primeira semana de setembro, por aí. A partir disso a gente vai ver horário, dia, enfim. Eu tenho carta branca pra fazer uma coisa diferente, natural, que eu sempre quis fazer. Algo diferente de tudo que eu já fiz, mas que ao mesmo tempo tenha a ver com o momento que eu estou vivendo agora", adiantou.
No novo projeto, Angélica faz questão de "ter mais contato com o público", que, a julgar pela recepção calorosa no último Domingão do Faustão, está com saudades. "Fiquei muito lisonjeada com todos os comentários de domingo, porque, apesar de parecer muito tempo, o Estrelas saiu do ar em abril. Não é muito tempo".

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.