NOVELAS: Cena de 'Segundo Sol' gera polêmica entre religiosos

Sequência mostrou Laureta (Adriana Esteves) fazendo um 'ritual' para Exu
(iBahia)
Uma cena que foi ao ar na novela 'Segundo Sol', na noite da segunda-feira (10), causou polêmica nas redes sociais e não foi a morte de Remy (Vladimir Brichta). A sequência que foi criticada na web mostrava Laureta (Adriana Esteves) ajoelhada no quintal de casa, em uma espécie de 'ritual', pedindo 'ajuda' para as entidades.
Sequência causou polêmica entre religiosos
"Quero todos os astros, espíritos e Exus, tudo reunido, eu preciso que tudo me ajude agora", disse a cafetina, responsável por diversas maldades na trama de João Emanuel Carneiro. No Twitter, internautas debateram a cena, afirmando que acharam desrespeitosa. "Que ridículo demonizar a figura de Exu na novela. Exu não é demônio e não faz mal pra ninguém", desabafou um. "Cadê as federações e os líderes religiosos? Exu é vida, caminho, força, luz. Exu é orixá força da natureza, mensageiro da energia de Deus", escreveu outro. 
"Tanta luta para desfazer o preconceito existente nas religiões afro, para mostrar que Exu e pomba gira não fazem parte do mal, para entenderem que quem faz o mal não é Orixá nem entidades de lei... ai vem uma novela e reforça a ignorância e preconceito... A grande massa que assiste a novela tem uma visão montada e não faz ideia do que significa Exu e pomba gira. Essa cena só reforça o preconceito e faz associar o mal com as religiões", disse um terceiro internauta. 
No Instagram, o sacerdote Umbandista e bacharel em Ciências da Religião, Alexandre Cumino, compartilhou uma foto da cena e, na legenda, escreveu: "Exu não é Diabo! Ontem, enquanto estávamos no Colégio Pena Branca exaltando, amando e reverenciando Exu e Pombagira - a emissora (concessão pública), em seu horário nobre e nas suas maiores audiências -, a novela da noite 'Segundo Sol' associou a imagem de Exu e Pombagira com a maldade humana. Triste para nossa cultura de terreiro, triste para Umbanda e Candomblé, triste para um povo brasileiro que desconhece seus valores ancestrais e origens diversas que dão formação a esta cultura brasileira tão sincrética, mas também é triste saber que de fato muita gente acende velas para sua própria ignorância, acreditando que Exu responde ao nosso ego também conhecido como 'maldade humana'. Exu Divindade Orixá ou Exu Entidade de Umbanda não 'serve' ao ser humano na qualidade de 'servo', 'serviçal' da nossa infantil condição material, míope, tacanha, medíocre e pequena. Exu e Pombagira são realmente GRANDES. EXU irreverente é possível que Ele mesmo criou a controvérsia para gerar a polêmica e quem sabe despertar na respeitável e notória emissora a importância de pesquisar e contextualizar melhor tudo que envolve fé e comunidade".

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.