RECIFE - Viúva confessa ter matado e esquartejado cardiologista sozinha e inocenta filho

Corpo de Denirson Paes da Silva, 54, foi encontrado no poço de um condomínio de luxo na Região Metropolitana de Recife com sinais de esquartejamento; inquérito da Polícia Civil apontou que ele foi morto por esganadura no dia em que a mulher descobriu traição de mais de cinco anos
Por O Dia
Jussara chora e nega crime em entrevista concedida em penitenciária - Reprodução/ TV Jornal
Rio - A farmacêutica Jussara Paes, de 55 anos, confessou ter matado o marido, o médico Denirson Paes da Silva, 54, na noite desta segunda-feira, dois meses após o corpo ter sido encontrado em um condomínio de luxo em Aldeia, na região metropolitana de Recife, Pernambuco. Os principais suspeitos são ela e o filho do casal, Danilo Rodrigues Paes, de 23 anos. Os dois estão presos preventivamente.
A Polícia Civil informou que trabalha para verificar a veracidade do depoimento de Jussara. No depoimento, a farmacêutica confessou à delegada Carmem Lúcia o assassinato e afirmou ter cometido o crime sozinha, sem a ajuda do filho Danilo Paes, também indiciado pelo homicídio e ocultação do cadáver do pai. "Diligências estão sendo realizadas para confortar pontos do depoimento. A Polícia Civil irá se pronunciar somente ao final do trabalho", disse o órgão em nota.
No dia 22 de agosto, Jussara negou em entrevista à TV Jornal que matou o marido e disse que suspeitava de uma pessoa. Na entrevista, ela chorou e se contradisse. "O que mais me dói é que acusaram o meu filho mais velho. O amor entre eles era indiscutível. Amor incondicional mesmo", disse chorando.
Jussara e Genirson, viúva fez registro de ocorrência por desaparecimento de marido - Reprodução/ Facebook
A farmacêutica registrou, no dia 20 de junho, um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento do marido, dizendo que ele havia viajado para o exterior e não voltou.
Ao longo da investigação, a delegada Carmen Lúcia desconfiou da participação de Jussara e do filho do casal no crime, que foi cometido no dia 30 de maio, segundo a Polícia Civil. 
No depoimento desta segunda-feira, Jussara confessou que esquartejou e matou o cardiologista sozinha. Ela teria cometido o crime após descobrir que Denirson tinha uma amante há mais de cinco anos com a filha de um paciente. 
Jussara está presa desde o dia 5 de julho na Colônia Penal Feminina do Recife. Filho do casal, o engenheiro Danilo Rodrigues também está preso no Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima. 
Jussara e Genirson, viúva confessou ter matado marido após descobrir traíção - Reprodução/ Facebook
Eles foram presos depois que a casa da família foi alvo de mandado de busca e apreensão no dia 4 de julho. No condomínio de luxo, em Aldeia, foi encontrado o corpo do cardiologista em avançado processo de decomposição, em um poço. O corpo apresentava sinais de esquartejamento e de uso de produtos químicos para minimizar o odor da decomposição. Mãe e filho foram autuados por ocultação de cadáver.
O inquérito da polícia indicou que tanto Danilo quanto Jussara apresentavam fortes dores na coluna nos dias seguintes ao crime.
No dia 20 de agosto, um laudo apontou asfixia por esganadura como a causa da morte do cardiologista. Jussara e Danilo foram apontados como culpados de matar Denirson. Segundo o inquérito, Jussara descobriu uma traição do marido no mesmo dia em que o matou. (odia)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.