Brasil poderá liderar aumento da produção mundial de cacau

As safras de cacau do Brasil têm sofrido nos últimos anos com a longa seca que abateu o Nordeste e derrubou os índices de produtividade na Bahia.
Se essa estimativa estiver correta, o Brasil deve atingir quase 200.000 toneladas de cacau em cinco temporadas.
A história do cacau no Brasil já passou por altos e baixos, mas os esforços recentes dessa cadeia no País para recuperar a produção já são vistos com otimismo pela comunidade internacional. Recém-nomeado para a diretoria executiva da Organização Internacional do Cacau (ICCO, na sigla em inglês), o belga Michel Arrion disse ao Valor que acredita que o Brasil deve liderar o crescimento de produção em todo o mundo, ao menos pelas próximas cinco safras.
As safras de cacau do Brasil têm sofrido nos últimos anos com a longa seca que abateu o Nordeste e derrubou os índices de produtividade na Bahia. Ao mesmo tempo, a produção do Pará vem demonstrando franco crescimento, com o apoio da Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (Ceplacc). A estimativa da ICCO é de que a produção brasileira aumentará a uma taxa de 2,6% ao ano entre a safra atual (2018/19, iniciada neste mês) e a safra 2022/23.
Se essa estimativa estiver correta, o Brasil deve atingir quase 200.000 toneladas de cacau em cinco temporadas, contra a produção de 180.000 toneladas no ciclo recém-iniciado (2018/19), segundo estimativa da Associação Nacional da Indústria Processadora de Cacau (AIPC). O setor almeja alcançar 400.000 toneladas daqui dez anos. (otempojornalismo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.