Ciro Gomes falará contra Bolsonaro, mas não a favor do PT

Por Gerson Camarotti
O candidato do PDT, Ciro Gomes, derrotado no primeiro turno — Foto: Marcos Serra Lima/G1
Ao chegar esta noite em Fortaleza, depois de viagem pela Europa, o ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT) não deve atender aos apelos do Partido dos Trabalhadores (PT) em se posicionar publicamente, de forma contundente, em favor do candidato à Presidência Fernando Haddad.
Segundo interlocutores ouvidos pelo blog, Ciro Gomes falará contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL), contra o que tem classificado de "fascismo" e a favor da democracia.
Esse fala será feita ainda nesta sexta-feira (26), na chegada ao aeroporto de Fortaleza, para um grupo de militantes que devem recepcionar Ciro no local.
Durante escala que fez na cidade de Lisboa, em Portugal, Ciro deixou claro que não vai manifestar apoio mais contundente a Fernando Haddad neste segundo turno. Com isso, ele deve seguir a mesma linha adotada após a conclusão do primeiro turno, quando o PDT anunciou "apoio crítico" ao candidato do PT.
Na semana passada, em evento da militância petista em Fortaleza, o irmão de Ciro, o senador eleito Cid Gomes (PDT), cobrou "mea culpa" do PT e responsabilizou a legenda por ter criado Bolsonaro.
O grupo mais próximo de Ciro no PDT demonstra deconforto com a expectativa criada pelo PT de receber apoio contundente do ex-presidenciável, o que não deve se confirmar.
— Foto: Editoria de Arte / G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.