Criadouro com mais de 30 mil jacarés é interditado no Pantanal, por maus-tratos


OLIVRE
Sema informou que empresa tem licença, mas funcionava com irregularidades; animais se tornaram canibais
Um criadouro com mais de 30 mil jacarés no Pantanal Mato-grossense foi interditado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) por maus-tratos aos animais. A medida foi tomada depois que denúncias foram feitas órgão protetor, que comprovou irregularidades durante uma fiscalização.
Segundo a Sema, durante a vistoria realizada na terça-feira (2) os agentes encontraram indícios de que os animais estariam desnutridos.
Devido à falta de alimentos, os jacarés passaram a praticar canibalismo, isto é, a alimentar-se de indivíduos da própria espécie. Alguns animais foram encontrados mortos dentro do criadouro.
Ao LIVRE, a Sema confirmou que o criadouro, localizado no município de Poconé (105 km de Cuiabá), possui licença para funcionar. No entanto, devido à situação, a equipe vai pedir a suspensão da autorização.
Ainda nesta quinta-feira (4) fiscais estão no local para restabelecer a alimentação dos jacarés.
Pelo crime, o proprietário do local vai responder a um auto de infração. Um processo foi aberto para investigar o que aconteceu no local.
Confira imagens do criadouro, enviadas pela Sema:

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.