ELEIÇÕES 2018 - Em primeiro pronunciamento após votação, Bolsonaro volta a contestar urnas eletrônicas

Candidato do PSL disse ter certeza de que 'se tivéssemos confiança no voto eletrônico, já teríamos o nome do próximo presidente da República decidido no dia de hoje'
Por O Dia
Jair Bolsonaro durante transmissão ao vivo no Facebook neste domingo - Reprodução Facebook
Rio - No primeiro pronunciamento feito após o primeiro turno, através de uma transmissão ao vivo no Facebook, Jair Bolsonaro (PSL) voltou a contestar a credibilidade das urnas eletrônicas e atacou seu concorrente, Fernando Haddad (PT). "Tenho certeza de que, se tivéssemos confiança no voto eletrônico, já teríamos o nome do próximo presidente da República decidido no dia de hoje", afirmou o candidato, dizendo que vai ao TSE "exigir soluções". 
Bolsonaro também comparou o PT com a Venezuela e disse que o partido mergulhou o país na "mais profunda crise ética, moral e econômica", afirmando que "não podemos dar mais um passo a esquerda".
Ao lado de Paulo Guedes, o presidenciável disse que pretende reduzir o tamanho do Estado e que só manterá "no máximo 15 ministérios". Bolsonaro pregou a união entre "um só povo, uma só bandeira", a valorização das forças armadas e da família e disse que "vai jogar pesado na questão da segurança pública".
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, com 99% das urnas apuradas, Jair Bolsonaro tem 46,27% dos votos válidos. Seu concorrente no segundo turno, Fernando Haddad, tem 28,94%. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.