Estudante trans recebe permissão para concorrer a rainha do baile

Por iG São Paulo 
O diretor do colégio inicialmente não deu autorização para a estudante trans participar do concurso, mas, após petição dos estudantes, ele mudou de ideia
Após finalmente se sentir confortável com o próprio corpo, a estudante trans Marquis Monroe se desafiou a concorrer para rainha do baile do Ensino Médio . No entanto, o diretor de seu colégio em Fayetteville, nos Estados Unidos, não deu permissão para ela participar. Como resposta, os estudantes conseguiram elaborar uma petição, que acabou sendo aceita pela instituição.
Reprodução/Instagram/Marquis Monroe
O diretor do colégio inicialmente não deu autorização para a estudante trans participar do concurso, mas mudou de ideia
Marquis agora concorre para rainha da turma e tem a mesma chance de ganhar do que qualquer outra garota. Graduando do Ensino Médio, a estudante trans publicou em suas redes sociais contando que, ao mesmo tempo que se sentiu muito apoiada por seus colegas, ficou decepcionada com o posicionamento do diretor do colégio, que não havia dado justificativa para barrar o pedido.
“Eu sei que nasci com o sexo masculino, mas eu me identifico como mulher. Se eu tivesse que concorrer para rei do baile, em vez de rainha, eu me sentiria muito desconfortável. Acho que as outras pessoas também ficariam desconfortáveis me vendo tentar ser um rei quando eu obviamente sou uma rainha”, disse Marquis, à emissora “ABC 13”.
“O desafio me ajuda a entender que essa é realmente a forma como as pessoas me enxergam, que eu não sou só um cara andando por aí usando maquiagem”, conta. “As pessoas olham para mim como se eu fosse linda, como se eu fosse um ser humano, como se eu fosse qualquer outra pessoa.”
Com a petição e a repercussão do caso de Marquis nas redes sociais, o diretor mudou de ideia e autorizou sua participação no concurso. De acordo com os estudantes da escola, a coroação acontecerá neste final de semana.
Posicionamento da instituição diante do caso da estudante transReprodução/Instagram/Marquis Monroe
O distrito escolar da estudante trans divulgou uma nota afirmando defender a diversidade e a comunidade LGBT
A Cumberland County Schools, distrito escolar no qual Marquis estuda, lançou uma nota afirmando valorizar a diversidade entre os estudantes e batalhar para criar um ambiente seguro e agradável para todos os estudantes, promovendo acesso igualitário para programas e atividades educacionais.
De acordo com o “Yahoo”, a nota ainda esclarece o caso por parte da diretoria. “O diretor inicialmente negou o pedido, mas, analisando a fundo a decisão, ele está preparado a apoiar e autorizar o pedido da estudante trans para participar do concurso.” 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.