Robert já escalou vários dos arranha-céus mais conhecidos do mundo, incluindo as Torres Petronas em Kuala Lumpur e o Burj Khalifa, de 828 metros do Dubai.
O francês já foi preso cerca de 120 vezes por acrobacias semelhantes desde que começou a subir edifícios há 20 anos.
Ele disse à CNN antes da escalada que ele estava se sentindo nervoso, como ele faz antes de todas as suas subidas.
“Eu me sinto totalmente vivo quando minha vida está em risco. Pode parecer um pouco assustador e louco, mas é assim que é”, acrescentou ele à Associação de Imprensa do Reino Unido.