Veja o perfil do assassino da sinagoga

Robert Bowers é um supremacista branco, conhecido antissemita, dono de várias armas
(foto: AFP)
O homem que matou 11 pessoas e feriu outras em uma sinagoga em Pittsburgh, nos Estados Unidos, é Robert Bowers.
Ele tem 46 anos e foi detido pouco depois do atentado, informou a CNN. 
Bowers tem um histórico de extremismo em redes sociais e seus posts revelam um sentimento antissemita. Horas antes do ataque, ele avisou que não iria ficar sentado vendo seu povo ser massacrado. Em uma postagem mais antiga, classificou os judeus como "inimigos das pessoas brancas".
Bowers afirma que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é um "globalista" e não um "nacionalista". Trump quer pena de morte para o crime de Bowers.
O assassino é apontado como um supremacista branco e tem 21 armas registradas no nome dele em casa, segundo a polícia norte-americana.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.