Esquema de Chiquinho da Mangueira usava escola de samba

E movimentou ao menos R$ 3,3 milhões
(Reprodução/Reprodução)
Um dos alvos da Operação Furna da Onça, o deputado Chiquinho da Mangueira recebeu R$ 3,3 milhões em propina somente entre 2013 e 2014, segundo o Ministério Público Federal.
A força-tarefa de procuradores afirma ainda que Chiquinho utilizava membros da escola de samba Estação Primeira de Mangueira para fazer as movimentações financeiras de propina. Também utilizou o Instituto Mangueira Esperança e até sua própria mãe.
“Essa dinâmica de pagamentos está conforme os apontamentos feitos pelo COAF, segundo os quais, entre as 9 (nove) comunicações de movimentações financeiras atípicas envolvendo CHIQUINHO DA MANGUEIRA, todas elas têm como coparticipantes a escola de samba mencionada, o Instituto Mangueira Esperança e a mãe do parlamentar. Em 2017, sem levar em conta as operações em espécie, foram movimentados mais de R$ 30.000.000,00 (trinta milhões de reais).”                        (radar on-line)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.