Médica é acusada de negligência por mandar grávida para casa e ela perder o bebê

A médica teria mandado a grávida para casa sem conferir o estado de saúde do bebê
Uma médica do Hospital Municipal Nossa Senhora de Rosário, em Guarantã do Norte (700 km de Cuiabá), foi denunciada por negligência nessa quinta-feira (08), após mandar para casa uma jovem de 21 anos, grávida de nove meses, sem conferir o estado de saúde do bebê e, dois dias depois, ser descoberto que o bebê estava morto há um dia.
Conforme o boletim de ocorrência, registrado pelo irmão da grávida, na última terça-feira (06), a vítima foi até o hospital para se consultar. Porém, a médica não teria examinado o bebê, nem mesmo ouvido os batimentos do coração e apenas solicitado que fosse realizado um ultrassom, posteriormente.
A médica teria falado para a paciente que retornasse no hospital no outro dia, ou dois dias depois, para que fosse definido como seria o parto. Porém, nessa quinta-feira (08), às 10 horas, quando a grávida realizou o exame, foi constatado que o bebê estava sem vida há aproximadamente um dia.
Após receber a notícia, a jovem retornou ao Hospital Municipal com o exame em mãos, por volta das 11 horas da manhã, mas foi atendida somente às 12h50. A retirada do bebê só aconteceu, segundo o boletim de ocorrência, às 20 horas dessa quinta-feira (09).
A família optou por registrar o boletim de ocorrência por suspeitar da forma como a jovem foi atendida no primeiro dia.
A Polícia Civil irá investigar o caso.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.