Bolsonaro recebe alta e deixa hospital Albert Einstein

Presidente estava internado para reverter colostomia
O presidente da República, Jair Bolsonaro, internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo (SP) - 10/02/2019 (Twitter/Reprodução)
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) recebeu alta médica e deixou o hospital Albert Einstein nesta quarta-feira, 13. Ele segue sob escolta policial até o aeroporto de Congonhas, em São Paulo, de onde irá para Brasília. Na capital federal, ele ficará alguns dias em sua residência, no Palácio da Alvorada para só depois voltar a despachar do Palácio do Planalto.
Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, não há compromissos agendados para hoje e Bolsonaro estava “animado e disposto”.
No hospital, Bolsonaro era acompanhado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e o filho Carlos Bolsonaro. Pela manhã, ele se alimentou com pão francês, dois biscoitos de água e sal e fruta cozida. De acordo com o Planalto, o presidente está em boas condições de saúde e se sentindo “muito bem”.
Bolsonaro completou 17 dias internado. Ele passou por uma cirurgia de reconstrução do trânsito intestinal, a terceira desde a facada recebida durante campanha eleitoral. 
Recuperação
O presidente Bolsonaro ainda precisará dedicar dias para cuidados especiais em seu processo de recuperação da cirurgia para retirada da bolsa de colostomia. “Ele voltará em um ritmo tranquilo, moderado”, afirmou o porta-voz na terça-feira, 12. 
O médico Ricardo Portieri, especialista em cirurgias do aparelho digestivo, explica o que costuma ser indicado para pacientes com quadro similar ao do presidente. Na avaliação do médico, viagens longas devem ser evitadas e pelo menos mais uma semana de repouso em casa seria o ideal para Bolsonaro. 
(veja com Estadão Conteúdo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.