INTERNACIONAL - Parlamento britânico rejeita de novo acordo de Theresa May para o Brexit

Líder trabalhista pede convocação de eleições gerais; primeira-ministra diz que, sem plano, colocará em votação a postergação da saída do Reino Unido da UE
Theresa May, primeira ministra britânica: segunda derrota no Parlamento - 12/03/2019 (Reuters TV/Reuters)
A nova versão do acordo de retirada do Reino Unido da União Europeia foi rejeitada pelo Parlamento Britânico nesta terça-feira, 12, por 391 votos contra 242, segundo o jornal The Guardian. Diante deste segundo fracasso da primeira-ministra, Theresa May, o legislativo discutirá a criação de um plano para a hipótese de o Brexit ser iniciado, em 29 de março, sem um acordo com os europeus. Essa hipótese é considerada por analistas como perigosa e nociva para a economia britânica.
May afirmou que, se os parlamentares aprovarem a saída do Reino Unido sem acordo, esta se tornará a política de seu governo. Disse também que, se o Parlamento não construir um novo plano, ela colocará em votação a proposta de pedir a extensão do início do Brexit, marcado para 29 de março.
O líder trabalhista, Jeremy Corbyn, defendeu a convocação de eleições gerais e que o parlamento se mantenha unido na construção de uma proposta que possa ser negociada. (VEJA)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.