VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER - Enforcada por marido e sob mira de revólver, mulher reage, luta pela vida e se salva

(Foto: Divulgação)
Ela derrubou a arma dele, lutou com as próprias mãos, conseguiu se soltar e correu para a casa de um vizinho policial
Karina Cabral, olivre
Uma mulher de 34 anos usou da força física e psicológica no início da noite dessa sexta-feira (15) para lutar contra o marido, de 37 anos, enquanto ele a enforcava e a ameaçava com uma arma, dentro da própria casa dela, no Bairro Jardim Planalto, em Itiquira (360 km de Cuiabá).
Conforme o boletim de ocorrência, a vítima e o suspeito ainda moram na mesma casa, mas estão em processo de separação, porém, o homem não aceita o término. Na tarde dessa sexta-feira, ele chegou do trabalho, tomou um banho e saiu.
15 minutos depois ele retornou à casa e já entrou xingando a mulher com nomes pejorativos. Ela respondeu às ofensas dizendo que não o queria mais e ele saiu novamente.
Segundo a vítima, em poucos minutos ele retornou armado com um revólver, a agarrou pelo pescoço e colocou a arma no pescoço dela.
Em desespero, a mulher decidiu lutar pela vida. Ela bateu na arma, derrubando-a no chão, mas ainda estava sendo segurada pelo pescoço, então iniciou uma luta corporal com o marido até conseguir se soltar.
A vítima saiu correndo para casa de um vizinho que é policial e pediu ajuda. A Polícia Militar foi acionada pelo colega de farda, ouviu a vítima e foi até à casa dela em busca do suspeito, porém, ele já havia fugido.
O caso foi registrado como tentativa de homicídio doloso e deve ser investigado pela Polícia Judiciária Civil como tentativa de feminicídio.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.