POLÍTICA Deputada aliada de Maia pede audiência a Moro para explicar "curiosidade" do irmão

Na manhã deste sábado (06), a Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão contra os dois servidores da Receita Federal no Estado do Espírito Santo que acessaram ilegal e criminosamente os dados fiscais do presidente Jair Messias Bolsonaro e de seus familiares sem que houvesse investigação em curso ou autorização judicial.
Pois é... um dos servidores é exatamente irmão da deputada federal Norma Ayub, do Democratas, aliada de primeira ordem de Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, responsável pelo espetáculo de chantagens contra a Presidência da República desde o início de março.
O caso é gravíssimo.
Entretanto, como informa a Folha de S.Paulo, a deputada Norma Ayub já está solicitando audiência com Sérgio Moro, titular do Ministério da Justiça e Segurança Pública, para explicar que seu irmão não agiu de má-fé e que, mesmo sendo servidor concursado e conhecendo as regras da Receita Federal e a legislação que rege o Funcionalismo público, ele cometeu o crime "por pura curiosidade"
Você acredita nisso? Eu não!
Helder CaldeiraEscritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.