ÚLTIMA ESPERANÇA : Após um ano em cana, resta a Lula a esperança da prisão domiciliar

Se o TRF-4 confirmar segunda condenação, sua pena vai para 25 anos
O presidiário Lula ao ser escoltado pela Polícia Federal de Curitiba para São Paulo.(Foto: Valquir Aureliano/Photo Press/Folhapress)
Lula completa 1 ano preso neste domingo (7), e está longe de sair da cadeia. A defesa conta com a mudança de entendimento do Supremo Tribunal Federal sobre prisões após a segunda instância, mas, adiado o julgamento, o condenado a 12 anos por corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex-propina, pode ficar preso até 2022, se o Tribunal Regional Federal da 4ª Região confirmar sua segunda condenação por corrupção, no caso do sítio-propina de Atibaia.
A defesa de Lula já calcula quanto tempo demora a progressão de pena, mas condenações se somam. Já são 25 anos no total para Lula.
Lula precisa cumprir outro ano para estar apto à progressão de regime no caso do tríplex, lembra o advogado criminalista Danillo de Oliveira Souza.
A opção mais viável para o petista condenado por corrupção e lavagem de dinheiro é pedir uma prisão domiciliar, avalia o criminalista.
A idade do petista (73) e o câncer diagnosticado anos atrás ajudariam Lula na concessão de eventual prisão a domiciliar, afirma o advogado. (DP)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.