Prevenção no manuseio de produtos químicos

O contato dos trabalhadores com produtos químicos é uma prática rotineira em muitos setores produtivos. No entanto, a manipulação dessas substâncias perigosas exige uma série de medidas preventivas.
Na revisão da norma regulamentadora 26, em 2015, que trata da sinalização de segurança, a prevenção de riscos químicos ganhou especial atenção com a adoção do Sistema Globalmente Harmonizado de Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos, elaborado pela ONU, cuja sigla em inglês é GHS.
Em entrevista ao SST em Áudio, da plataforma Sesi Viva Mais, o professor e engenheiro de segurança Mário Sobral destaca a importância da adoção de um padrão internacional para facilitar a comunicação dos riscos químicos, tendo em vista a circulação comercial dessas substâncias perigosas em âmbito global.
Sobral explica em detalhes os novos requisitos da norma referentes à classificação, rotulagem preventiva e fichas com dados de segurança de produtos químicos. “Nós temos muitos acidentes de trabalho, porque o trabalhador não sabe o perigo do produto químico que ele está manipulando”, alerta o professor.
Ele enfatiza ainda que o treinamento dos trabalhadores para compreensão e reconhecimento da sinalização de segurança é quesito fundamental na prevenção de acidentes e doenças ocupacionais decorrentes da manipulação de produtos químicos.
Para ouvir a entrevista na íntegra acesse o link SST em Áudio.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.