Mulher que acusa Neymar de estupro teria entregado vídeos à polícia

Em entrevista à TV Bandeirantes, o pai do jogador disse que o filho percebeu que estava sendo filmado.
DANIEL FERREIRA/METRÓPOLES
A mulher que acusa Neymar de estupro teria imagens e documentos que comprovariam o crime. Segundo reportagem do UOL esportes, parte dessas provas já está com a Polícia Civil de São Paulo.
À publicação, quatro fontes diferentes que tiveram acesso às imagens disseram que o jogador aparece agindo de forma “agressiva” ou “alterada” antes do momento do suposto estupro.
Em entrevista à TV Bandeirantes, o pai do jogador disse que o filho percebeu que estava sendo filmado. “O celular parecia estar de pé, como se estivesse carregando. Ele viu que estava filmando e aí pediu para ela ir embora. Ele até tenta filmar, mas erra. Coloca no bolso e não consegue”, explicou.
Acusação
O jogador Neymar da Silva Santos Junior é investigado, em São Paulo, depois que uma mulher o denunciou por um estupro que teria acontecido no Hotel Sofitel Paris Arc de Triomphe, em Paris. Em depoimento que durou mais de três horas, de acordo com o boletim de ocorrência (BO) obtido pelo Metrópoles, a mulher afirmou que, “aparentemente embriagado”, o jogador a forçou a ter uma relação sexual.
Segundo o relato da vítima, que não foi identificada no BO com base em um protocolo de segurança, o fato aconteceu no dia 15 de maio, mas só foi registrado nessa sexta-feira (31/05/2019), na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) em Santo Amaro, em São Paulo. Ela disse à polícia que estava emocionalmente abalada e teve medo de registrar o caso na França.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.