Prefeitura confirma participação de pequenos produtores em encontro na Ceplac

Pelo menos 60 pequenos produtores rurais assistidos pela Secretaria de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente da Prefeitura de Itabuna participarão do Encontro Baiano de Sistemas Agrossilviculturais que a Ceplac promove entre os dias 17 e 19 deste mês, na regional da Rodovia Jorge Amado. A abertura as 9 horas da manhã será com uma palestra sobre Sistema Agroflorestal (SAF) e o desenvolvimento sustentável, feita pelo presidente da Sociedade Brasileira de Sistemas Agroflorestais, o engenheiro florestal Ivan Crespo.
Segundo os organizadores, o encontro visa identificar parceiros e alternativas para a Ceplac executar de forma eficiente o dispositivo no decreto 9.667/2019, com foco no aperfeiçoamento da cadeira produtiva do cacau e dos sistemas agroflorestais a ele associados. Além da prefeitura de Itabuna, o encontro terá também representantes do Ministério da Agricultura, Governo do Estado, Amurc, consórcios intermunicipais, Biofábrica, Uesc, UFSBa, UFU e ainda parlamentares e congressistas.
Durante os três dias, eles participarão de uma série de atividades dentro do programa, que incluem duas mesas redondas sobre Sistema Agroflorestal sustentável, e contribuições à sustentabilidade de SAF e conferencia internacional da conservação produtiva. No segundo dia do encontro serão realizados, ciclo de palestras, fórum e conferência internacional da conservação produtiva e reunião técnica.
O secretário de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente Jorge Vasconcelos informou que a participação dos pequenos produtores rurais de Itabuna será de extrema importância, pelo contato que eles terão com grandes produtores. “Nossa proposta é fazer com que eles possam aplicar a teoria à pratica nas associações, visando a produção de cacau de alta qualidade e com preço diferenciado no mercado”.
Participarão do encontro os produtores das associações do Ribeirão Seco, Morumbi, Cerrado, Manoel Chinês e Jacareci, segundo confirmou o secretário de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente de Itabuna.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.